>Qual democracia?

>
Pois é, quem é mesmo que se levanta pra dizer que a Venezuela é uma democracia? Não me façam rir…

A seguir texto da Folha:

Chávez ameaça proibir passeatas de oposicionistas

Presidente questionou debilidade do governo diante da violência em atos de estudantes que se opõem à reforma na Constituição

Venezuelano discursou para milhares de apoiadores na abertura da campanha do “sim” no referendo que decidirá mudança na Carta

Acompanhado de dezenas de milhares de apoiadores vestidos de vermelho, o presidente venezuelano, Hugo Chávez, lançou ontem, em discurso nas ruas de Caracas, a campanha pelo “sim” no referendo que decidirá a implementação da reforma constitucional proposta pelo governo e ameaçou negar autorização para que a oposição faça manifestações pelo “não” alegando que elas promovem violência. “Da próxima vez que eles anunciarem estas marchas, nós teremos de avaliar se daremos a permissão”, disse o presidente.
(…)

Na última quinta-feira, os estudantes provocaram os policiais. Citando o incidente, Chávez afirmou: “Esses meninos, filhinhos de papai, vem com toda desfaçatez atacar a polícia, atacar seres humanos, bens públicos, com cara à mostra. Vamos permitir outra vez?”
(…)

Notem: se algum esquerdópata viúvo (ou órfão, depende da idade) do Muro de Berlim quiser elogiar as tais “políticas públicas”, ou a “justiça social” ou os “ideais” do regime chavista, pode vir. Não tem nenhum problema. Gosto cada um tem o seu e é bem possível que exista gente masoquista a ponto de apoiar Chavez.

O que eu não admito é que venham me dizer que é democracia. Não é, e ponto final.

Outro dia vi um estúpido dando entrevista na emissora do bispo. Ele começou da seguinte forma: “Primeiramente boa noite a todos é um prazer estar aqui. Bem, na democracia venezuelana…”. Mudei de canal na hora. Fui ver a Luciana Gimenez.

Interessante ver que o caudilho se irritou porque os estudantes estavam com os rostos abertos. Por que será? Deve ser pelo fato de não serem criminosos.

Pelo que tenho visto são sempre os apoiadores de Chavez que cobrem os rostos nas manifestações.

Outro insulto interessante é filinho-de-papai. É recorrente dessa gente.

O patrulhamento ideológico desses pulhas estabeleceu uma regra nova: quem não passa fome, consegue boas notas na escola, fala outro idioma e tem poupança no banco não pode protestar.

São ridículos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s