>Ainda o estadista.

>

Já mencionei aqui que o governo de Sarkozy está me surpreendendo positivamente. Sua política de buscar uma gestão eficiente e de resultados concretos é ótima.

Além disso, ele se mostra moderno e sintonizado com a necessidade de interagir com os cidadãos, prestando contas e apresentando realizações.

A seguir trecho de uma notícia publicada no O Globo on-line sobre uma nova medida de Sarkozy. A íntegra está aqui.

O presidente francês, Nicolas Sarkozy, estabeleceu metas para os 33 ministros e secretários de Estado franceses, que serão submetidos a um sistema de avaliação de uma empresa privada, segundo reportagem publicada no jornal “El País”. Junto com o presidente, a consultoria Mars&Co vai fixar “objetivos quantificáveis” aos titulares das pastas, que serão avaliados, com direito a receber notas. Em seu último Conselho de Ministros, Sarkozy disse aos membros do Executivo liderado pelo premier François Fillon que “deveriam estar felizes de estar no governo”.
“Tem gente que sonha em ser ministro e não será jamais. Vocês tampouco serão para sempre e, por conseguinte, é conveniente que estejam felizes por ser-lo” (…) O presidente completou a tradicional saudação de ano novo advertindo-los que 2008 será “um ano duro e exigente”.
(…) O sistema de avaliação estabelecerá parâmetros específicos para cada pasta, a partir dos quais será julgado o trabalho dos ministros. (…) Os ministérios da Educação e da Economia, por sua vez, terão que convencer professores e funcionários a fazer horas extras para cumprir o lema “trabalhar mais para ganhar mais”, defendido incessantemente por Sarkozy.

Eis aí outro exemplo de medidas simples e objetivas que contribuirão e muito para o melhor funcionamento da máquina administrativa.

Eu cá me pergunto: qual seria a meta de Dirceu? Algo como ter que comprar um número X de parlamentares por mês…

Outra coisa interessante é a frase símbolo do governo Sarkozy: “Trabalhar mais para ganhar mais”. Um ótimo contraponto àquela idiotice de certos “intelequituais” metidos a progressistas que pregam “trabalhar menos para que trabalhem todos”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s