>Recuperando os tais 500 anos de exploração.

>

Que figura essa tal de Matilde, ministra da igualdade racial.

Para quem não se lembra, ela é aquela que disse não ver nenhum problema no rascismo de um negro contra um branco. Por quê? Ora, pois os negros foram maltratados durante tanto tempo que é normal haver certo tipo de ressentimento. Sacaram a filosofia da dona?

E ontem no Jornal Nacional a figura teve suas trambicagens desmascaradas. Jogaram no ventilador os desmandos dela com o cartão de crédito corporativo que recebeu do governo.

Os gastos com esse cartão já são muito altos e cresceram escandalosamente nesse governo. Mas os da tal de Matilde são especialmente absurdos! Ela usou o nosso dinheiro para pagar conta em restaurante, em choperia, em hotel e até mesmo para pagar coisas que comprou em um freeshop de aeroporto!

Dizer o quê? É isso que acontece quando se nomeia certa gentalha para um posto tão elevado e importante. Qual o preparo da tal de Matilde? Qual a formação dela? A experiência? Aposto que o único item levado em consideração foi o fato de ser negra, afinal o caro é simbólico.

Qual será a justificativa que ela dará para os crimes que cometeu com o cartão de crédito ilimitado pago por nós? Vai ver ela aproveitou para descontar um pouco dos tais “500 anos de exploração contra os negros”, né? Afinal, antes desse governo freeshop era coisa “dazelite branca” e “dusneoliberau”. Agora não! Deu-se um basta nisso! Uma mulher, negra, de passado humilde pode ter acesso aos mesmos benefícios, não é mesmo? Basta não ter qualidade ou capacitação nenhuma e ser amiguinha dos que estão em Brasília. Pronto! Simples assim.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s