>A triste hora do adeus.

>

Acompanhei o jogo de Guga no aberto do Brasil. Uma beleza. Não, o resultado não era nada importante. O bonito foi ver o carinho da torcida com o seu ídolo.

Guga conseguiu no tênis algo que nunca se esperou de um brasileiro, filho do país do futebol. O sucesso dele foi grande, enorme e não será esquecido.

O discurso dele no final do jogo foi comovente. Ouvir um atleta competitivo e talentoso dizer que não gostaria de parar, mas que não consegue mais jogar em razão das dores é algo muito triste.

Obrigado Guga.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s