>O começo da luta.

>

Ontem o meu Flamengo estreou fora de casa na Libertadores 2008 e empatou sem gols com o desconhecido Bolognesi, do Peru.

Se considerarmos a grandeza do rubro-negro, o resultado pode parecer vexatório. Ainda mais para quem viu o jogo ao vivo e constatou que os cariocas dominaram a partida o tempo todo.

Faltou um pouco de calma para matar o jogo. Sobrou nervosismo de estréia (o time tomou 3 cartões!).

Eu gostei. Tenho dito a amigos que este ano quero tudo difícil na Libertadores. Em 2007 o time atropelou na fase de grupos e se convenceu de que o torneio era fácil. Deu no que deu…

Agora quero jogos sofridos. Classificação suada e na última rodada apenas. Quero jogar as partidas decisivas fora de casa. Enfim, quero que o torneio se faça mortificante, para manter o time ligado no objetivo e sem relaxar.

Avante, mengão!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s