>Meu novo herói.

>

Ontem fui ao cinema com minha linda esposa, nosso bebê que está na barriguinha dela, além de minha cunhada e seu marido. Vimos o novo Indiana Jones, um filme triste, fraco e que mostra um herói decadente, como não poderia deixar de ser, depois de tantos anos de inatividade.

O filme em si é uma confusão de conceitos e idéias catastróficas. Não se parece com nenhum dos outros da série. É mais um misto (muito mal executado) de Senhor dos Anéis, 007, Independence Day e Crônicas de Nárnia. Há uma sucessão de mentiras as mais diversas. A história mostra tão pouca credibilidade que chega a dar sono.

Por que, então, eu escrevi no título do post que ele é meu novo herói? Ora, o professor de arqueologia Henry Jones Junior, o Indiana, lutou tanto contra os nazistas, como contra os comunistas. E venceu ambos! Jones é meu Eisenhower, meu Churchill, minha Thatcher.

As melhores cenas do filme são as tiradas que fazem troça dos “vermelhinhos” e os colocam no lugar que lhes é devido na história: a vala.

Em certo momento, por exemplo, Jones, indignado com seu parceiro que se havia vendido ao inimigo (os russos), pergunta: “Mas por que, Mac?”. A resposta é ótima: “Ora, sou capitalista. E eles pagam.”. Sim, é isso mesmo. A canalha sempre adorou se valer das coisas boas do capitalismo. Não queriam era – com o perdão do trocadilho – socializá-las, para poder continuar controlando as tais massas.

Em outra cena do filme há uma manifestação de estudantes em um campus universitário. Lá os jovens gritam “Bether dead than red”, ou seja, melhor morto que comunista. Nota 10 aos roteiristas!

Além disso o filme permite umas piadas bem divertidas para se fazer com aquele amigo comunista que vive tentando nos convencer que o humanismo do assassinato é a melhor alternativa para o mundo. Há, por exemplo, uma cena em que os russos cruzam a floresta amazônica em uma espécie de tanque de guerra que passa por cima de árvores, destruindo tudo o que fica pela frente. O corolário é o seguinte: Quem desmata a amazônia não são as multinacionais, o agronegócio, os transgênicos ou “uzamericânu”. São os comunistas. Há, há, há!

Ou quando os russos invadem o acampamento de índios peruanos e fuzilam todos os que vêem pela frente. Conclusão: Quem chegou na América e matou as civilizações antigas não foi o colonizador europeu. Foram os comunistas. Hilário!

Bom, quem estiver procurando um novo Indiana Jones de sucesso, fique em casa. Não vale o ingresso. Quem quiser ver os comunistas se darem mal, aproveite. O filme é ótimo!

Anúncios

Uma ideia sobre “>Meu novo herói.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s