>A KKK do Brasil.

>

Vejam a imagem ao lado e digam aí: em que ela se diferencia destas. Pois é, em nada… Devo confessar que não me espanta nem um pouco perceber que os modernos “humanistas” praticam – como direi? – “rituais” bem parecidos com os da KKK. Afinal, as “massas revolucionárias” sempre se assemelharam muito, não é?

Essas manifestações filoterroristas nunca me seduziram. Sejamos francos: contra o que uzengajádu protestaram ontem, em frente ao STF? Segundo eles, era preciso iluminar o judiciário, para que ele passasse a julgar de acordo com a tal “voz das ruas”, aquela mesma que, sabemos agora, é ouvida sempre pelo ministro revoltado, Joaquim Barbosa. O que temos então é o seguinte: uma turma se assanhou e resolveu protestar – com fogo! – porque discorda dos posicionamentos da suprema corte. Isso é coisa de gente civilizada? Não creio… Exagero? Pois bem, me mostrem em qual país sério do mundo esse tipo de fanfarronice acontece.

O que eu acho? Ora, já está bastante claro. Acho uma grande piada! Acho os revoltadinhos uns ridículos! Mas é claro que eles têm todo o direito de protestar – sempre dentro das leis democráticas. No meu mundo ideal, os lunáticos podem perfeitamente existir, inclusive curtindo placidamente suas alucinações e ouvindo suas vozes… É no mundo deles que a divergência deve ser abolida. Percebam: eles se limitam a acender velas na frente do STF porque não podem fazer nada pior. Se lhes fosse dado escolher, saibam, ateariam fogo ao prédio inteiro. Com os ministros dentro, inclusive – exceto aquele que também ouve as vozes…

Não devemos brincar com essa gente. Sugiro ao ministro Gilmar Mendes que reforce a segurança do STF, afinal não queremos ver a turba invadindo aquela casa e promovendo enforcamentos em praça pública. Know how eles têm, basta ver quem são os ídolos deles…

Anúncios

3 ideias sobre “>A KKK do Brasil.

  1. Regina

    >Devo dar o braço a torcer e dar os parabéns ao blogueiro! Esse blog, mesmo não sendo dos maiores da internet, é o maior ícone da ultra-direita do Brasil! Você superou (e muito) gente como o Reinaldo Azevedo e o Olavo de Carvalho. Nem eles, com todo o ranço que lhes é peculiar, são capazes de comparar uma manifestação pacífica com a Klan! Espero que esteja orgulhoso!

    Resposta
  2. George

    >Não tenho nada contra manifestações e acho que nem o Yashá. O problema é o aparelhamento até do chamado “direito de se indignar”, que os esquerdopatas promoveram.

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s