>O Brasil feudal mais uma vez escancarado.

>

Ao lado é possível ver o trecho final de uma decisão liminar proferida pelo juiz de direito da comarca de Floriano, no Piauí.

Como podem ver, o meretíssimo determina que um veículo de comunicação se abstenha de publicar uma determinada matéria jornalística, denominada “Olhando Floriano”. E por quê? O que levou o sempre tão atarefado Poder Judiciário a se ocupar daquilo?

Pois bem, segundo o que foi dito na própria decisão liminar (íntegra aqui), a empresa Florianonet Ltda. indicou em seu site comercial um link que conduz à matéria chamada “Olhando Floriano”, contendo críticas ao governo municipal, além de fotos de alguns locais da cidade de Floriano/PI. Isso, pelo que se vê, não agradou ao Poder Executivo municipal, que ingressou em juízo pedindo que o link fosse retirado, e que novas matérias jornalísticas desfavoráveis à administração municipal não fossem elaboradas. Além disso, pediu-se que a empresa Florianonet fosse impedida de publicar em seu site a foto oficial do prefeito de Floriano.

Uma vez confrontado com pedidos de tal natureza, o que fez o Poder Judiciário? Lembrou ao prefeito que as leis e o direito consagram a liberdade de expressão? Mencionou que só se fez censura jornalística durante a vigência de regimes totalitários? Que nada! O douto magistrado do caso acatou os pedidos formulados e obrigou uma empresa de comunicação a não divulgar matérias jornalísticas que trouxessem em seu bojo críticas ao prefeito. Peço encarecidamente que alguém me aponte a diferença entre o que vai acima narrado e um ato direto de censura, porque eu, limitado que sou, não consigo entender…

Sempre que me deparo com coisas tão teratólógicas, lembro da primeira emenda à Constituição dos Estados Unidos. Enquanto no Brasil, em pleno século XXI, o Estado ainda usa o seu braço forte para cercear a liberdade de expressão, os americanos a entronizaram como garantia fundamental do ser humano há séculos! Como é mesmo aquela frase? Ah, lembrei! São melhores que nós, e melhores em tudo!

Não é de se espantar que essepaiz ache normal falar em “recursos não contabilizados”. Ou em corrupção nos mais diversos escalões governamentais. Não é, pois, surpresa que um político crie um estado só para poder estar no Senado Federal ad eternum. Em um lugar tão rastaquera e bananeiro, capaz de impedir o direito de pensar, só pode haver mesmo a barbárie. O Brasil está condenado!

Anúncios

3 ideias sobre “>O Brasil feudal mais uma vez escancarado.

  1. Lucas Torres

    >Que história mais escabrosa! Como é possível que um membro do Judiciário impeça a divulgação de críticas a um prefeito? Você está coberto de razão: isso é censura.Mais uma coisa, Yashá: viu que esse tipo de “arte” não acontece só no Amapá, como você vive dizendo? Hehe.

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s