>Livro organizado pelo governo federal exibe cenas de pedofilia.

>Descobri essa história horrenda no blog do Reinaldo Azevedo. A notícia, segundo consta, foi publicada no jornal Agora. Vejam:

(…) Um livro distribuído pelo MEC (Ministério da Educação) às escolas públicas de São Paulo contém cenas de violência, sexo explícito, estupro e até pedofilia. A linguagem de “Um Contrato com Deus” é a dos quadrinhos, porém indicados para os alunos do ensino médio –a partir de 15 anos.

A obra, no entanto, chegou a colégios onde há turmas a partir da 5ª série, quando os alunos têm, em média, 11 anos.

A publicação faz parte do acervo do PNBE (Programa Nacional Biblioteca da Escola) e é enviada diretamente para os colégios cadastrados. No Estado, são 5.682 participantes, das redes estadual e municipal, que recebem as caixas.

(…)Os textos e ilustrações exigem um elevado poder de interpretação. Em “Um Contrato com Deus”, uma criança levanta a roupa para um adulto após pagamento em dinheiro. Não há violência física, mas sugestão de pedofilia.

Em outro capítulo, uma mulher é estuprada, outra é espancada e um bebê, arremessado em um sofá por um homem bêbado, aos gritos desesperados da mãe. (…)

Viram só? É assim que os pogreçistas do lulo-petismo pretendem educar as crianças, formando o “novo homem” que irá dar continuidade no projeto de construir o tal “outro mundo possível”.

E, sim. Eu tomei conhecimento da história de que o governo de São Paulo também andou fornecendo livros didáticos de gosto e qualidade duvidosos. “Ah, então por que não criticou também naquela ocasião? Só porque o Serra é tucano?”, perguntaria o petralha mais imbecil. Ora, já escrevi no passado que sou um grande fã de São Paulo – o apóstolo, entenda-se. E como tal, acredito que é muito importante distinguir a flauta da harpa (1 Cor, 14, 7). Ou, se preferirem, é preciso não confundir alhos com bugalhos…

Percebam: o erro grave cometido pelo governo de São Paulo dizia respeito a apenas seis livros, num universo de mais de 800! Caros, é menos de 1% do total! “Então deixa de ser errado?!” Claro que não! Continua sendo um absurdo e – ATENÇÃO AGORA! – deve haver uma severa apuração das responsabilidades. Ainda assim, porém, o caso difere – e muito! – daquele que se passou com os livros fornecidos pelo MEC, que transformou a violência sexual e a pedofilia em política educacional de crianças!

Notaram a diferença? Enquanto em SP houve um erro adminstrativo – rapidamente sanado pelas autoridades do governo estadual -, no caso do MEC há, na verdade, uma escolha moral, que pretende colocar nas mãos de crianças de 11 anos cenas de sexo e de pedofilia! Exagero? De jeito nenhum! Basta ver que nenhuma autoridade do governo federal apareceu para dizer que os livros foram recolhidos. Pelo contrário, até: já há “especialistas” dizendo que é necessário confrontar as crianças com aquele horror, para “fomentar a consciência crítica”. É a velha história de que a “educação tem que libertar o çerumano” (agradeçam a Paulo Freire!). Será que um dia vão entender que os alunos só precisam ser libertados da ignorância mesmo?

Eis aí a tal “revolução na educação” que o petismo está implementando nessepaiz. Não li o tal livro, mas aposto minha orelha direita que a pobre menina é obrigada a vender o corpo para comprar o sustento, oprimida que é pela brutal sociedade capitalista… Imaginem o meu desespero, afinal agora tenho um filho que, em breve, vai precisar sentar no banco de alguma escola. Com um pouco de sorte, conseguimos que não seja no Brasil…

Anúncios

5 ideias sobre “>Livro organizado pelo governo federal exibe cenas de pedofilia.

  1. Germano

    >E o que o MEC já fez sobre o assunto? Já mandou recolher as obras? Claro que não! Eles têm a cara de pau de defender essa nojeira como uma opção educacional. E ainda criticam o governo de SP, que admitiu o erro e o corrigiu rapidamente.

    Resposta
  2. Catarina

    >Fala sério, Fábio. Nem se deu ao trabalho de ler o texto, né? Já veio com a disposição de atacar o blog, mesmo a custo de escrever besteira, como sempre.

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s