>Chávez e o banho. Ou: qual o problema dessa gente com a higiene?

>

Todos leram acerca das – se me permitem – “recomendações higiênicas” feitas pelo mico mandante da Venezuela, Hugo Chávez? Segundo o valente, um verdadeiro comunista pode se banhar em apenas três minutos. Mais que isso, ele diz, seria desperdício de água e energia, algo típico da “burguesia”. O caudilho conclui afirmando que os tais três minutos de chuveiro seriam mais que suficientes, já que ele, pessoalmente, se banha assim e – atenção agora! – não cheira mal. Hum… Duvido muito disso…
Fico cá me perguntando: qual o problema que essa gente tem com os banhos, os perfumes e a higiene em geral? Não é só Chávez, não. Assim, de bate-pronto, cosigo me lembrar da barba bolorenta de Marx e, para ficar em algo mais, atual, nos cabelos desgrenhados de Luciana Genro. Isso pra não mencionar aqueles revolucionários fajutos que encontramos nas universidades. Podem escrever: quanto mais de esquerda o sujeito for, mais sujo e desarrumado ele se estará. Será que eles acreditan verdadeiramente que a limpeza é um hábito pequeno-burguês, criado pela tal “grande mídia conservadora e de direita”?
O melhor comentário a respeito foi feito por Reinaldo Azevedo, em seu blog: “O socialismo é assim: começa prometendo a salvação da humanidade e termina proibindo o banho e o papel higiênico.” Eis aquela que, possivelmente, é a melhor síntese da ideologia da pocilga. Assim, lembrem-se: o tal “outro mundo possível” deles pode até ser igualitário, livre e fraterno… Mas também é fedorento demais!
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s