>Meu nome é Ney. Sar Ney…

>

Vejam o que vai abaixo, publicado na Folha de São Paulo – e surrupiado do blog do Reinaldão:
Documentos liberados à Folha pelo Arquivo Nacional após 25 anos de sigilo demonstram que o governo do atual presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), espionou os principais focos de críticas na sociedade civil. O governo interceptou cartas, infiltrou agentes e produziu listas de nome e endereços dos principais protagonistas da oposição.
(…) Em 11 de dezembro de 1988, o SNI acompanhou a “primeira reunião da executiva nacional” do Partido dos Trabalhadores. A reunião era fechada, com cerca de 30 pessoas, dentre as quais Luiz Inácio Lula da Silva e José Dirceu. Todos os líderes do PT tinham fichas no SNI. Os arapongas escreveram que os petistas atacaram a inflação e os baixos salários e afirmaram que Lula defendeu a antecipação das eleições. Lula teria dito: “O centro da crise é Sarney”.
(…) A PF se valia de sua estrutura nos Estados para investigar os partidos que incomodavam o governo Sarney. Em 24 de junho de 1985, a superintendência de Minas emitiu “ordem de busca” para investigar “a tática do PCB [Partido Comunista Brasileiro] para o movimento sindical”. O documento orientava os policiais a “verificar se houve alterações táticas que modifiquem a orientação sindical determinada pelo partido em março de 85″. (…)
Depois de ler o que vai acima, lembrei da já célebre frase da jornalista Lúcia Hippólito: “Esse Sarney é mesmo um fofo.” Ô, se é.
Vejam que belo apreço pela democracia e pelo sistema de liberdades individuais o governo do sujeito demonstrava. Interceptar cartas e infiltrar agentes é, sem dúvida, coisa própria de um regime democrático. Quem sou eu para dizer o contrário? Ainda mais vivendo onde vivo…
P.S.: Minha mãe conta que há alguns (na verdade muitos…) anos, quando estava no início de minha vida escolar, soltei alguns impropérios contra o então Presidente da República diante da professora, que, preocupada com a segurança nacional, condenou-me ao castigo. Dúvida: terei eu, em razão daquele episódio, uma ficha no SNI? Se tiver, exijo saber! E mais: exijo uma cópia, que será emoldurada e devidamente exposta na parede da minha casa. Seria um motivo de grande orgulho.
P.S.2.: E a cara dos petistas, heim? Como se sentem tendo que posar de aliados do sujeito cujo governo os espionava no passado? E tome coerência! Ô, gentalha…
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s