>Ibope: Dilma passa à frente de Serra.

>

Eu me divirto com a gentalha lulo-petralhista… Sério! Me divirto muito! Bastou que a nova pesquisa Ibope fosse divulgada, e pronto: vários desses celerados baixaram aqui. E o tom dos comentários era sempre o mesmo: “E aí? Não vai falar nada sobre a liderança da Dilma?” Ai, ai… Eu mereço. Sobre esse assunto, leiam o que vai abaixo, publicado no Estadão Online (íntegra aqui):
Mesmo depois de o tucano José Serra ter sido amplamente exposto nos programas eleitorais que PSDB, DEM e PPS veicularam ao longo deste mês, a candidata do PT à presidência da República, Dilma Rousseff (PT), ganhou fôlego e aparece, pela primeira vez, liderando a pesquisa eleitoral do Ibope. Ela tem, segundo levantamento divulgado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), 40% das intenções de voto, contra 35% de José Serra. Marina Silva, do PV, aparece com 9% da preferência do eleitorado. 
(…) De acordo com o diretor de Operações da CNI, Rafael Lucchesi, são quatro os pilares que justificam a liderança da petisa na nova pesquisa Ibope: aumento do número de eleitores que identificam Dilma como candidata do presidente Luiz Inácio Lula da Silva; altos índices de aprovação do presidente; bom desempenho econômico do País; e maior exposição da candidata petista na mídia. 
(…) Segundo a pesquisa, Dilma venceria um eventual segundo turno contra Serra. A petista aparece com 45% das intenções de voto neste levantamento, contra 38% de Serra. A margem de erro também é de 2%.
(…) Ainda é grande, porém, o número de entrevistados que disseram não saber em quem vão votar para presidente nesta eleição: 40%. Em março, 42% responderam assim na pesquisa CNI/Ibope.
A pesquisa foi feita entre os dias 19 e 21 deste mês, com 2,2 mil entrevistados de 140 municípios. A margem de erro é de 2% para mais ou para menos. A pesquisa está registrada no TSE sob o número 106390/2010.
Curiosa a empolgação dos fãs da ex-terrorista, não? Até outro dia, quando este mesmo instituto de pesquisa apontava a liderança de Serra, a petralhada só se ocupava de desqualificar os levantamentos. Agora, ao ver a sujeita à frente, cuidam rapidinho de enaltecer a pesquisa do Ibope. Ah, essa gente e sua dualética
Como vocês sabem, eu tenho apenas uma ética e uma moral. Isso quer dizer o seguinte: eu trato as pesquisas sempre da mesma forma, independentemente de quem as esteja liderando. Uma pesquisa é, enfim, uma pesquisa. Um retrato de determinado momento, nada mais. E o momento atual é, sim, favorável à candidatura de Dilma. Assim como no passado tínhamos um momento favorável a Serra. Simples assim.
Quem acompanha o blog sabe que desde sempre considerei qualquer poste escolhido por Lula como um candidato eleitoralmente viável. A pesquisa Ibope apenas confirma que a exposição evidentemente ilegal de Dilma na mídia está rendendo seus frutos. De braços dados com o “Presidente mais popular do universo tal qual o conhecemos”, Dilma não tem outra opção a não ser crescer nas pesquisas. Não é surpresa alguma, nem resultado de uma mirabolante engenharia política. É a simples lógica aplicada aos fatos.
Se juntarmos a isso a evidente esculhambação que assola o ninho tucano, os números do Ibope ficam ainda mais fáceis de entender. Serra e os seus ainda não deixaram claro que querem vencer a eleição de outubro, o que se deduz ao acompanhar as inúmeras peripécias internas que a oposição protagoniza. Já os petistas dão um recado claro e incontroverso: “queremos vencer a qualquer custo!”
Dadas as circunstâncias atuais, fico surpreso em notar que Dilma só ultrapassou Serra agora. Convenhamos: a ex-terrorista está em campanha há mais de um ano, abraçada a Lula, um sujeito que está em campanha há mais de 20 anos consecutivos! Ainda assim, o embate parece ser mais complicado do que previam os petistas, não é mesmo?
Um amigo disse-me: “Depois dessa pesquisa dá pra perder a fé no povo brasileiro.” É um otimista! Eu, preso ao meu pessimismo costumeiro, já perdi a fé no povo brasileiro há muito tempo. Aliás, perdi a fé em qualquer tipo de “povo”, esta entidade mística que supostamente encerraria algum tipo de sabedoria natural. Besteira! Deve-se ter fé unicamente no indivíduo e em sua liberdade, não em qualquer tipo de coletividade opressora.
E é aí que reside o cerne do problema: nessepaiz, principalmente graças ao trabalho do governo petista, o indivíduo vem sendo cada vez mais sufocado em nome da supremacia desse tal de “povo”. Basta ver o ódio que os petistas dirigem àqueles míseros 3% que insistem em não aprovar Lula. Eles não se importam se têm 80% a favor. Querem é erradicar quem está contra. Acabar com a divergência. Tudo em nome do bem maior desse tal de “povo”.
Não se pode ter mesmo qualquer tipo de fé em um país onde essa lógica perversa ainda impera.
Anúncios

4 ideias sobre “>Ibope: Dilma passa à frente de Serra.

  1. Yashá Gallazzi

    >Grafei povo entre aspas porque no Brasil essa expressão deixou de representar uma coletividade, para representar quase uma categoria de pensamento. Tudo é "o povo". E isso só concorre para o mal.

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s