>Kibando…

>

Então, eu já disse que ando meio sem vontade de atualizar o blog. Deve ser culpa dessa época eleitoral, onde o Estado nos lembra que o direito de participar das eleições não é, na verdade, um direito. É uma obrigação que nos foi imposta por um bando de burocratas, que não entendem nada de como funciona uma democracia de verdade. Tem gente que se empolga em sair de casa pra votar debaixo do “porrete democrático” do Estado. Eu não vejo a menor graça…
A boa notícia é que este escriba acompanha alguns blogs onde nunca falta uma palavra inteligente pra ler. A má notícia é que acabei lendo em tais blogs alguns textos que eu gostaria de ter escrito aqui. Quem manda ser mais lento e, principalmente, menos inteligente que eles? Vejam abaixo as “kibadas” que organizei pra vocês – shame on me!
Texto excelente do Gravataí Merengue sobre aquela estranha turma que é contra as “palmadas pedagógicas”, mas é favorável ao aborto. Transcrevo só um pequeno trecho. Vale a leitura na íntegra.
“(…) faz sentido uma pessoa exigir que a mulher tenha “escolha sobre seu próprio corpo”, mas, ao mesmo tempo, achar normal uma família deixar de ter direito de escolher a forma pela qual educará/criará seus filhos (sem exagero na violência, por óbvio)? Pois é… Eis a “lógica” de uma parcela dessa turma, ou melhor, a falta dela.”
“A maior petulância do Homo brasilis é seu vezo em considerar que mora no próprio Eldorado – a terra nova, recém-descoberta, que é, na verdade, a filial terrestre do Paraíso. Envidando esforços estafantes para provar a si próprio que vive no melhor dos mundos (uma síndrome de Pollyana incompleta, visto que ninguém leu o livro), o brasileiro cega-se para a realidade de viver em um país periférico, longe até geograficamente da qualidade de pensamento que deu pasto à civilização ocidental, e conclui, para salvaguarda de sua vitória desprovida de esforços, que é o Ocidente que não conhece as perfeições da Terra brasilis. Assim, não consegue sequer ser uma filial sul-americana de Portugal.”
Pra encerrar, cito uma pequena passagem de um artigo fenomenal do Olavão:
“Longe de terem se afastado das atividades criminosas, os políticos de esquerda que hoje brilham no Foro de São Paulo foram da periferia delas para o centro, da base para o topo. Antes de inocentá-los, perguntem: quantos judeus Adolf Hitler matou pessoalmente? Nenhum. Quantas ordens de execução ele assinou com sua própria mão? Nenhuma. Aparentemente, ele não “matou” judeu nenhum. Só criou a política que os matou. Mas é isso, precisamente, o que se chama genocídio. Por definição, ninguém pratica genocídio no varejo, matando pessoalmente um por um. Genocídio é crime de gabinete. Por que então modificar capciosamente a definição de terrorismo, designando com essa palavra somente as ações físicas dos paus-mandados e não o conjunto do plano que as tornou possíveis? Por esse critério, Hitler seria inocente da morte dos judeus, e só cabos e sargentos dos campos de concentração levariam a culpa. Hitler é tão inocente do extermínio dos judeus alemães quanto os líderes do Foro de São Paulo são inocentes dos crimes das Farc.”
Aí está. Na estiagem deste blog, deliciemo-nos com coisa bem melhor…
Anúncios

3 ideias sobre “>Kibando…

  1. Gabriel

    >Vou pôr o comentário que fiz no meu blog: Faz sentido do mesmo modo que faz sentido abortar, mas não matar o neném depois que ele nasce. Aí ele já não está dentro do corpo da mulher. Sua vida não depende, mais, da escolha individual da mãe, pois já estamos lidando com dois indivíduos.

    Resposta
  2. Fabiola

    >Cheguei aqui porque sempre sigo os blogs que comentam no excelente "Maglia Rosa".Não sei por qual motivo, mas há sempre grandes conteúdos nos blogs das pessoas apaixonadas por ciclismo.O seu foi a a primeira exceção.

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s