>Marina, morena, você se pintou… DE VERMELHO!

>

Um conhecido meu, entusiasta da candidatura de Marina Silva à Presidência, me perguntou, certa vez, “por que criticar Marina?” Pois é, por quê? Não é preciso criticar Marina, afinal ela se critica sozinha. Sabem o que ela andou dizendo ontem? Vejam (íntegra aqui):
Sobre o terrorista italiano Cesare Battisti.
A candidata do Partido Verde (PV) à sucessão presidencial, Marina Silva, declarou-se favorável à permanência do ex-ativista italiano de esquerda Cesare Battisti no Brasil. (…) “O Brasil tem tradição de dar abrigo, já deu até para ditadores”, afirmou a candidata, durante entrevista ontem ao portal Terra. “Por que seria diferente em dar abrigo a ele (Battisti)?”, questionou.
Por que seria diferente pra ele, Marina?! Bom, que tal levar em conta que o sujeito assassinou a sangue frio quatro pessoas inocentes?! Mas Marina, todos sabemos, tem um pé na senzala petista… Assim sendo, ela faz parte daquela turma pogreçista que não vê nenhum problema em matar pela “causa”. Desde que seja a “causa” deles… Aliás, o jornalista do Estadão que fez a matéria deve pensar o mesmo. Basta ver o cuidado para descrever Battisti: “ex-ativista italiano de esquerda”. E pensar que isso tudo poderia ser substituído pela palavra TERRORISTA!
(…) Marina criticou o rótulo de “terrorista” dado à ex-ministra Dilma Rousseff, que na juventude participou de grupo político que lutou contra o regime militar. “Ela lutou pela democracia, não acho correto ficar chamando ela de terrorista.”
Opa! Alto lá, Marina! Que história mais mentirosa é essa de que Dilma lutou pela democracia? Uma ova! Dilma e seu grupelho terrorista queria era trocar uma ditadura por outra. Essa gente nunca defendeu a democracia, que pra eles sempre foi uma “invenção burguesa”. 
(…) Marina disse ser contra o julgamento de militares que praticaram tortura durante o regime militar. “A anistia foi para todos”, afirmou. A candidata defendeu, porém, a criação da Comissão da Verdade no Congresso Nacional para apurar os crimes políticos ocorridos na época da ditadura no Brasil.”Sou favorável a se tirar esses cadáveres do armário”, defendeu.
Isso mesmo! Também dou o maior apoio! Vamos tirar todos os cadáveres do armário. Mas, atenção! Eu disse TODOS! Não só aqueles que interessam à esquerda radical, órfã do Muro de Berlim. Que tal, Marina? Podemos exumar todos os cadáveres? Ou aqueles civis que foram vítimas dos terroristas de esquerda têm mais é que ficar bem enterrados mesmo, para que a turma continue com a falsa pose de “heróis da democracia”?
Marina deixa claro, ao público como um todo, algo que sempre esteve claro apra este escriba: ela pode até ter saído do PT. Mas o PT nunca saiu dela.
Anúncios

4 ideias sobre “>Marina, morena, você se pintou… DE VERMELHO!

  1. Arthurius Maximus

    >Concordo que Marina se emprenha pela boca com uma facilidade incrível. E é exatamente por isso que não ganhará a eleição.Mas voto nela porque mesmo que ela ache que o Battisti deva ficar (eu sou contra) ela não pode violar o tratado e sua (de Marina) opinião,nesse caso, é irrelevante.No segundo turno, se ela não conseguir chegar lá, meu voto é Serra; mesmo a contragosto.

    Resposta
  2. Mateus Tiago da Silva

    >Por falar em Marina, eu acho que vou morrer sem entender o que é essa "política"… Como pode um partido de esquerda, nos moldes do PV de Marina da Silva, Fernando Gabeira (apesar de, salvo engano, estar apoiando José Serra em função de seus interesses eleitorais no RJ), Mincs e outros mais; ter em seus quadros um Zequinha Sarney? Nao é "meio" contraditório? Saudações!

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s