>Gabeira: "A luta armada não estava visando a democracia"

>

Quando chamo Dilma Rousseff de terrorista, e afirmo que ela não lutou pela democracia, mas por uma ditadura de moldes soviéticos, a petralhada fica enfurecida. Ela sempre fica, aliás, quando confrontada com o horror que é o seu passado espúrio. O que mais ouço deles é o seguinte: “Você enfrentou a repressão? Fez parte da resistência à ditadura? Como você pode saber?!” Pois é… Essa é a lógica deles… Segundo esse raciossímio, é preciso efetivamente pular do alto da Torre Eiffel pra descobrir se vai morrer em razão da queda. Simplesmente saber que vai, não basta para esses valentes.
Hoje, Fernando Gabeira falou à Folha com a autoridade de alguém que militou na extrema-esquerda, atuou em grupos terroristas e, com o passar do tempo, soube fazer a necessária crítica a esse passado reprovável. Gabeira, hoje, não tem receio de apontar os erros do seu passado, que são, também, os erros do passado de toda essa esquerda brasileira que hoje está no poder. Leiam com atenção o que ele disse:
“Todos os principais ex-guerrilheiros que se lançam na luta política costumam dizer que estavam lutando pela democracia. Eu não tenho condições de dizer isso. Eu estava lutando contra a ditadura militar, mas, se você examinar o programa político que nos movia naquele momento, [ele] era voltado para uma ditadura do proletariado. Então, você não pode voltar atrás, corrigir seu passado e dizer que estava lutando pela democracia. Havia muita gente lutando pela democracia no Brasil, mas não os grupos armados, que tinham como programa esse processo de chegar à ditadura do proletariado. A luta armada não estava visando a democracia, pelo menos em seu programa”, afirmou.
Funciona assim, petistas do meu coração: querem eleger Dilma? Elejam! Mas elejam sabendo que ELA FOI, SIM, UMA TERRORISTA! QUE ELA FAVORECEU A PRÁTICA DE CRIMES CONTRA CIVIS INOCENTES – INCLUSIVE ASSASSINATOS! E, principalmente, votem sabendo – e reconhecendo de uma vez por todas – que ELA NUNCA, JAMAIS, DEFENDEU A DEMOCRACIA.
Dito, isso, informo que a acusação encerra. Sem mais perguntas.
Anúncios

3 ideias sobre “>Gabeira: "A luta armada não estava visando a democracia"

  1. Arthurius Maximus

    >Infelizmente, sabemos que a massa pouco se lixa para isso. Se o próprio Hitler desse o bolsa família e prometesse o mundo, eles votariam nele babando de admiração.O pior é que isso já aconteceu. (rs)

    Resposta
  2. Anonymous

    >Yashá,a grande maioria do povo brasileiro é formada por uma massa de safados oportunistas e mal-caráteres…assim como essa gente do PT….eu só gostaria de saber uma coisa,o que pensam os militares disso tudo….abraço,George.

    Resposta
  3. Yashá Gallazzi

    >Anônimo, dois pontos na tentativa de responder a você:1) Não acho que a maioria do povo seja formada por uma "massa de safados oportunistas". Pelo contrário: acho que estes são minoria.2) Não tenho a menor idéia do que os militares pensam sobre o que quer que seja. Não tenho vínculo com eles, nem conheço nenhum. Apesar disso, considerando que hoje vivemos numa democracia, da qual as Forças Armadas são uma parte importante, arrisco-me a dizer que eles estão incomodados com a perspectiva de se verem governar por uma ex-terrorista. Assim como eu e muitas outras pessoas também estão.

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s