>TRAGÉGIA NO RIO: homem invade escola e mata 11 crianças.

>

A essa altura todos já sabem da tragédia que aconteceu hoje, no Rio de Janeiro. Ainda não há informações suficientes para que se possa saber com precisão o que levou aquele jovem de 23 anos a cometer tamanha monstruosidade. A confusão de informações é tamanha, que há desde os que falam em violência gratuita, até os que ligam o atirador ao extremismo islâmico. Melhor ter cautela e aguardar maiores informações.
Contudo, há coisas que já são bastante claras, como, por exemplo, a ação heróica do Sargento Alves, da PM do Rio, primeiro policial a chegar à escola, que confrontou o atirador e impediu, sem dúvida, uma tragédia ainda maior. Esse homem deve encher de orgulho todos os brasileiros, e sua bravura precisa ser reconhecida pelo governo. A mais alta condecoração da República seria o mínimo!
Espero que essa tragédia não seja mais uma desculpa para que os “especialistas modernos” venham discorrer sobre “as razões sociais da violência”, subtraindo os indivíduos às suas responsabilidades. Pouco importa se o atirados sofreu bullying na escola. Não interessa se ele era espancado todo dia naquela escola, pelas professoras. Não foi a sociedade que colocou uma arma na mão dele, e mandou que ele executasse crianças inocentes!
O Brasil precisa com urgência deixar de lado essa “filosofia do coitadismo”, que tenta justificar o horror por meio da vitimização social. Não são as desigualdades sociais que criam a violência e os crimes. São os indivíduos!
Quando algum psicólogo/pedagogo aparecer na GloboNews falando que “a sociedade precisa analisar suas responsabilidades na tragédia”, mande-o pro quinto dos infernos! Ele estará apenas tentando justificar o horror, minimizando a ação do principal responsável: aquele que puxou o gatilho. Quando Arnaldo Jabor aparecer no Jornal da Globo convidando você a “refletir sobre sua parcela de culpa na tragédia”, não tenha medo de mandá-lo pastar. É o que merecem esses relativistas modernos, que contribuem para a total inversão de valores morais da sociedade.

Update: Foi divulgado um trecho da carta que o assassino teria escrito antes de morrer. Uma simples leitura da pela aponta para um fanático religioso, mas, a meu aviso, descarta qualquer ligação com o islamismo. O possível envolvimento do sujeito com a religião de Maomé, aliás, nasceu a partir de informações dadas pela irmã dele, é importante que se lembre. Não foi nada fruto de preconceito ou coisa do gênero.

—–
P.S.1: Fica cada vez mais claro que já passou – e muito! – da hora de criar leis penais mais severas. Vivemos num país onde o máximo de tempo que alguém passa na prisão é 30 anos – e isso sem falar que, na prática, ninguém fica tanto assim, pois há benefícios os mais diversos. Nenhuma sociedade civilizada pode existir se os bandidos são mais protegidos que a população pacífica.
P.S.2: Como dito, uma das teorias liga o atirados ao terrorismo islâmico. Não sei se isso é verdade Já ficou claro que isso não é verdade (vide o update acima e a carta que ele escreveu), mas a mera hipótese poderia servir de estopim para desencadear um debate há muito deixado de lado pelo poder público: o Brasil é um dos únicos países civilizados do mundo que não tem uma lei antiterrorismo!
Anúncios

3 ideias sobre “>TRAGÉGIA NO RIO: homem invade escola e mata 11 crianças.

  1. Gabriel Tatagiba

    >Você está certo quando fala que se deve antes culpar o indivíduo. Porém, quando fatos similares ocorrem com frequencia quase regular, como é nos EUA, não é nada mal querer saber o porquê do fenômeno – isso não significa abster ninguém de nada

    Resposta
  2. Anonymous

    >Pois é Yashá, infelizmente não tardará para que os tais "especialistas", que você muito bem mencionou, comecem a aparecer e a dizer toda sorte de bobagens…Estejamos preparados…Um abraço,André

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s