Textículos #3

Na boa, alguém ainda se surpreende a sério quando vê Leonardo Boff anunciando pela caralhonésima vez o fim do capitalismo? Taqueopariu! É desde o século XIX que os marxistas tão esperando o colapso de “tudo isso que tá aí” e o início do “outro mundo possível”, mas o fato é que entra crise, sai crise, fica cada vez mais claro que o capitalismo traz em si mesmo o germe de sua própria… salvação (como não disse o velho furunculoso Marx…)!

_____

Nem bem completou seis meses de governo, já chega a notícia de que Dilma terá um filme em sua homenagem, possivelmente estrelado pela “Dona Nenê”. Sei lá, deve ter alguma cláusula pétrea na Constituição estabelecendo que todo presidente petista ganhará (a) um avião e (b) um filme…

_____

Publicado lá no Novo Leite de Pato: “O Brasil não é o país do futuro. É o país do passado. Houve um tempo em que neste pedaço do planeta vivam ao mesmo tempo Guiimarães Rosa, Graciliano Ramos, João Cabral de Melo Neto, Otto Maria Carpeaux, Otto Lara Rezende, Nelson Rodrigues, Carlos Drummond de Andrade, Manuel Bandeira, Gilberto Freyre, Murilo Mendes, Mário Faustino e muitos outros. Se não conviveram todos juntos e misturados, estavam aqui, produzindo cultura. O que temos hoje é de sentar no meio-fio e chorar lágrimas de esguicho. Vamos levar 300 anos pra nos recuperar de Emir Sader et caterva…”

Dizer mais o quê? STANDING OVATION para a melhor análise sociológica do Brasil feita nos últimos dois cinco dez quinze anos! Simplesmente irretocável.

_____

O visto que o Conselho Nacional de Imigração concedeu ao terrorista assassino Cesare Battisti foi ilegal! E nem é preciso ser PhD em Direito para perceber isso: basta saber ler e ter um pouco (basta um pouquinho mesmo!) de inteligência.

O inciso IV do artigo 7º da Lei n. 6.815/81 é explícito ao estabelecer que não será concedido o visto “ao estrangeiro que foi condenado ou processado em outro país por crime doloso, passível de extradição segundo a lei brasileira.” E, sim. O homicídio premeditado de civis está enquadrado nessa hipótese.

Note-se bem a clareza da lei: a mera existência da condenação ou do processo é suficiente para que o visto seja negado. Não importa se o processo foi “roubado”, “fraudado”, “viciado”, nem se o réu é um “ativista de esquerda”. É tudo muito objetivo, sem margem para mimimi ideológico.

O episódio mostra mais uma ilegalidade que o Brasil cometeu a fim de dar abrigo a um assassino de inocentes. A cada novo dia, este país desce ainda mais baixo na escala moral.

_____

Enquanto aqui luta-se por mais verbas, mais gratificações e mais adicionais (e demais mamatas várias que os sindicatos adoram), na Noruega eles têm licença paternidade de NOVENTA dias. Taí uma boa bandeira pra ser defendida nestes dias modernos, heim? Cadê marcha na Av. Paulista pedindo isso?

Anúncios

Uma ideia sobre “Textículos #3

  1. Catarina

    Interessante essa observação que você fez quanto ao visto dado ao Battisti. Qual seria o resultado prático dessa evidente ilegalidade?

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s