Abandonando os estudos

É manhã, ainda muito cedo. Estou dirigindo o carro, a caminho da escolinha do filhote, quando ele me chama:

– Papai! – parece que o assunto é sério…

– Oi – respondo.

Eu num quero mais ir pra escola.

Sim, eu sabia que esse momento um dia acabaria chegando… Me preparei para enfrentar a desilusão dele com o sistema educacional destepaiz, mas estava convencido de que isso se daria bem mais adiante. Não agora, quando ele tem apenas dois anos e meio.

– Por quê?

Porque num gosto.

– Mas você sempre gostou tanto da escola.

– Num gostei, não.

– Lembra que você brinca, faz atividade, aprende musiquinhas?

– Eu lembro.

– Pois é. Isso não é muito legal? Você não gosta?

– Não.

Ele parecia bem convicto. Falava como alguém que já havia refletido muito acerca do tema…

– O que aconteceu? Por que você não quer mais ir?

– Porque eu quero ficar em casa pra assistir desenho.

– Ah, mas não funciona assim. Se você não vai mais pra escola, tem que trabalhar.

– Eu num quero. Eu quero assistir desenho.

O assunto soava mesmo sério… Decido que o melhor é adiar um pouco a entrada na escola, para debater mais a fundo a coisa toda:

– Quer tomar café da manhã na padaria, antes da escola?

– Eu quero! – já mais bem animado.

Entramos e eu levo ele até o balcão. A atendente se dirige a mim com aquele tradicional “pois não”. Respondo:

– Quem vai escolher é o rapazinho aqui. – apontando pra ele, que tentava desesperadamente aumentar o próprio tamanho esticando-se na ponta dos pés.

– Eu quero esse (um monteiro lopes), esse (um bolinho qualquer, que nem lembro mais) e dois desse (uns biscoitinhos com geléia de goiaba). – pediu ele com autoridade.

A atendente me olha esperando a autorização paterna, que vem com um rápido aceno de cabeça. Pegamos nossas guloseimas e nos sentamos para comer ele comer.

– Tá gostoso?

– Sim! – responde ele, com a boca absolutamente cheia de bolo e biscoito.

– Quando você terminar, papai deixa você na escola. – falei, tentando vencer as resistências de outrora.

– Mas eu num quero ir. – respondeu ele, mostrando que não fora vencido por alguns doces.

_____

P.S.: Sim, ele foi à escola naquele dia. E sem chorar! Acredito que mais pela diversão decorrente do café da manhã, do que convencido pelos meus sérios argumentos paternos…

Anúncios

4 ideias sobre “Abandonando os estudos

  1. Anônimo

    É companheiro, é hora de deixar Lost e ir embora pra Europa, lá tudo é melhor que aqui. Eu, na verdade, nunca entendi o que você faz por essas bandas tucujus ainda. Ah! seu filhão sabe o que é melhor, assim como você…. e se quiser aceitar um conselho: Manda logo ele pra Europa, antes que ele seja corrompido por essa educação atrasada desse país e desse estado.

    Resposta
    1. yashagallazzi Autor do post

      Olha, confesso que não consegui sacar se o comentário foi a sério, ou irônico. Na dúvida, vai a resposta: não é verdade que tudo na Europa é melhor que aqui. E duvido você achar um texto meu afirmando isso. Se você quer tomar açaí, ou comer mamão, melhor ficar por aqui mesmo. Mas é impossível negar que as escolas de lá são melhores, né? E as coisas não são assim porque eu digo. São assim porque estes são os fatos!

      Sobre o porquê de estar aqui, bem… São vários fatores, alguns dos quais não merecem a publicidade de um blog. Agora, não tenha dúvidas: se eu puder fazer com que meu filho estude fora, evidente que ele irá. Acho que todo pai minimamente responsável, se pudesse, deveria fazer o mesmo. É o que os pais fazem, não é mesmo? Tentar oferecer sempre o melhor para seus filhos.

      Resposta
  2. luana

    Que situação, nessa época eu adorava a escola, hoje em dia o qu eu mais quero é sair daqui. você já leu o clube do filme, do David Gilmour? Relata uma história parecida.

    Resposta
    1. yashagallazzi Autor do post

      Nem faço drama. Como disse no final, ele acabou indo. Fazer o quê? Recriminar ele por preferir ficar esparramado no sofá, vendo desenho? Se eu pudesse viveria lá, vendo meus programas, hehehehe.

      Não conheço o livro. Vou procurar na net ver se encontro.

      Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s