O novo governo italiano.

Mario Monti apresentou seu novo governo hoje, no Senado italiano. Amanhã será a vez de comparecer diante da Câmara dos Deputados, mas a aprovação de 281 (apenas 25 votos contrários) senadores, hoje, dá a entender que a idéia de um governo técnico, de união nacional e suprapartidário realmente vai vingar na Itália.

Berlusconi caiu depois de uma série de escândalos na vida pessoal e denúncias de corrupção no governo. De novo… Se for novamente candidato, num futuro próximo, tem grandes chances de ser eleito novamente. De novo… Esse caráter cíclico da política italiana é explicado, em grande parte, pela incapacidade da oposição esquerdista em apresentar-se como alternativa confiável e viável diante dos eleitores. Em resumo, a esquerda italiana constrói coalizões para ganhar de Berlusconi, não para governar. E o resultado disso é sempre desastroso, claro. Da última vez em que esteve no poder, a esquerda apresentou uma coalizão que abrigava desde egressos da Democracia Cristã, até comunistas radicais que pregavam a luta armada. Como é óbvio, não conseguiram encontrar consenso para nada, e o governo de então caiu.

Atualmente, a esquerda italiana anda tão atabalhoada, que sequer pediu eleições antecipadas depois que Berlusconi se demitiu. Isso porque anda morrendo de medo de ser varrida das urnas, senão pelo bufão, por algum outro partido da direita ainda mais radical. Curiosamente, a estratégia dos oposicionistas é rigorosamente a mesma de Berlusconi: esperar alguns anos para que a poeira baixe e, só então, tentar as urnas. Isso mostra, de per si, que os dois lados não têm nada a oferecer.

Até por isso a indicação do economista e banqueiro Mario Monti, para ocupar o posto de premiê, é uma ótima notícia. Não apenas para a Itália, mas para toda a União Européia e para o mundo como um todo.

Monti reúne perfeitamente as condições técnicas de conduzir algumas reformas que a Itália vem postergando há décadas, e que os políticos tradicionais não fizeram por medo de desagradar os eleitores. Como Monti não está ligado a nenhum dos proeminentes grupos políticos italianos, ele paira acima das disputas eleitorais e consegue transmitir a credibilidade que os investidores buscam neste momento.

No plano de governo que apresentou hoje, Monti disse o óbvio: vai cortar gastos públicos, diminuir o tamanho do Estado e priorizar investimentos em setores estratégicos. Seu minsitério – atenção agora! – contará com dezessete nomes. Sim, isso mesmo: dezessete! E os indicados são todos nomes com grande gabarito técnico, capazes de proporcionar à Itália aquele salto de qualidade que deixou de dar durante o período em que Berlusconi e os socialistas se alternaram no governo.

A maior parte dos analistas políticos diz que a vida de Monti será difícil, mas eu faço uma leitura diferente: ele só tem a ganhar. Caso não consiga apoio dos partidos tradicionais, poderá alegar que foi sabotado e sair “por cima”, condenando ainda mais a atual classe política italiana. Caso receba apoio e consiga fazer as reformas, terá a popularidade alavancada e poderá, inclusive, sonhar com um futuro político próprio, mais adiante – eu adoraria votar nele, por exemplo.

Em essência, não há surpresas no horizonte. A Itália não vai entrar em colapso, ao contrário do que a imprensa brasileira afirma. Para se ter uma idéia, os juros que o governo italiano paga hoje, considerados, “de país falido”, são a metade dos pagos pelo Brasil, este país-tropical-abençoado-por-Deus-e-bonito-por-natureza-mas-que-beleza. A Itália, em síntese, não é nenhuma Grécia. E pode perfeitamente estar recuperada daqui a dois ou três anos, graças ao bom trabalho que Mario Monti tem condições de fazer. Aliás, Monti é possivelmente a melhor coisa que aconteceu à política italiana desde a deflagração da Operação Maos Limpas.

Anúncios

Uma ideia sobre “O novo governo italiano.

  1. George

    Ótima análise, amigo. Dando goleada em muitos textos que li na imprensa brasileira sobre o assunto.

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s