Artigo recomendado (#9) – Guy Franco: “Homossexuais não são pobres coitados”

Os textos do Guy Franco são sempre espetaculares! Ele escreve lá no Canudos coloridos (junto com uma turminha de feras).

Transcrevo abaixo apenas um trecho do mais novo texto dele, que é pra incentivar vocês a correrem até lá e lerem tudo na íntegra. Ah, nem precisam me agradecer pela dica, viu?

_____

Toda vez que alguém discursa sobre o direito de igualdade, logo penso: se buscam a igualdade, então provavelmente estão se sentindo por baixo. Ninguém que está bem se preocupa com igualdade. Isso é coisa de gente que está por baixo e quer subir. Bonito. Lutar por algo melhor é bonito. Não acredito que homossexuais estejam por baixo, mas ativismo, visto por alguns ângulos, me parece bonito. E eficiente até o momento em que um ou outro começa a se vitimizar demais, jogando a imagem de um homossexual lá para baixo como se todos fossem pobres coitados. A esses, peço que olhem para mim, nos olhos: homossexual não é nenhum pobre coitado e você sabe muito bem disso.

Bem, se um ativista ou algo parecido com isso quer ser respeitado, não é se fazendo de coitado que ele vai conseguir, muito pelo contrário, o coitadismo só evidencia a sua inferioridade; mostra o quanto você está por baixo, com cara de choro e fralda molhada.

Imagine uma menina vítima de bullying na escola. Sim, ela é toda esquisita e usa aparelho nos dentes; ideal para ser insultada pelos colegas mais estúpidos. Quanto mais uma menina dessas se fizer de coitada, mais bolinhas de papel e chiclete ela vai levar na cabeça e insetos continuarão a ser enfiados em suas narinas. Isso é tão óbvio quanto é verde um pão de forma esquecido há meses no fundo de um armário. Uma menina bobinha ou um garoto meio débil mental e rechonchudo vão ser sempre vítimas de insultos e agressões se eles estiverem por baixo e não souberem como se defender. Infelizmente é assim. E mesmo quando eles contarem para a professora que foram vítimas de rodeio de gordas, ou sabe-se lá que tipo de agressão as crianças estão sofrendo hoje em dia, elas continuarão a ser insultadas. Aliás, é no momento em que elas se levantam da carteira para contar à professora sobre a malcriação que os outros aprontaram com elas que sua inferioridade vai aparecer escrita na testa; e se elas chorarem, é aí que estarão fazendo papel de coitadas, mesmo se o choro for legítimo. (…)

_____

P.S.: O Guy também manda brasa no Twitter: @GuyFranco.

Anúncios

3 ideias sobre “Artigo recomendado (#9) – Guy Franco: “Homossexuais não são pobres coitados”

  1. Guy Franco

    Vim aqui conhecer seu blog e encontrei o meu texto. Tinha me esquecido de que ia repostá-lo. Apareça sempre, rapaz!

    Curiosidade: Na verdade só eu que posto lá no blog.

    Abraço!

    Resposta
  2. João

    Nunca tinha ouvido falar dese Guy Franco, mas já fiquei fã: “São contra a intolerância, e ai de você discordar de alguma opinião deles (…) a versão feminina não tem barba, preferem o vestidinho (…) se querem salvar o mundo, pode ter certeza, é porque querem se salvar dele”. Na mosca!

    E acrescento: não se limitam a gays. E são numerosos

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s