Justiça mineira desfere um duro golpe na máquina de mentiras do PT

Há alguns dias escrevi um texto sobre a máquina de mentiras do PT e a forma como ela é usada sem qualquer cerimônia quando há a necessidade de destruir a reputação dos que são considerados adversários. Depois, escrevi novamente mostrando a importância de se parar esse aparato de produzir calúnias contra os adversários, sob pena de se permitir que uma força política subverta as regras do jogo democrático em nome de suas ambições próprias de poder. Eis que hoje mais um duro golpe nos que fazem política com base em mentiras foi desferido pela justiça mineira. Vejam (íntegra aqui):

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais, por unanimidade, anulou ontem o processo movido contra o senador e ex-governador Aécio Neves (PSDB-MG) por uma promotora de Justiça que questionava os critérios de investimento do Saúde durante parte de seu período à frente do governo do Estado (o mandato se estendeu de 2003 a 2010).

A ação judicial questionava se os 4,3 bilhões investidos em saneamento por empresa pública do estado poderiam ser considerados gasto em saúde, mas adversários do presidenciável tucano e blogs alugados espalhados por toda parte acusavam-no de “desvio de dinheiro público” — como se o ex-governador tivesse desviado, para si, dos cofres públicos.

Acusavam-no, portanto, de ladrão.

Na decisão, os desembargadores – os mesmos que julgaram o recurso  técnico anterior –  questionaram as motivações da promotora, que, segundo a decisão, não tinha competência legal para mover a ação. Registraram também que, na mesma época, diversos outros  Estados seguiram o mesmo procedimento sem infringir qualquer lei.

Eis aí… Mais uma estratégia de guerrilha política, baseada na batida prática de criar um fato político para depois “viralizar” mentiras com a ajuda da imprensa subserviente ao petismo e dos blogs financiados com dinheiro público, foi descoberta e destroçada. Juridicamente, nunca houve nada – nadinha! – capaz de apontar para a culpa do senador Aécio Neves. O que havia era apenas a tentativa de prolongar um processo judicial natimorto, a fim de, a partir dele, disseminar calúnias e difamações nos meios de comunicação.

Nesse caso, a verdade prevaleceu, afinal nem um mísero centavo de dinheiro público deixou de ser aplicado em benefício da sociedade mineira. Cumpre agora apresentar os fatos como eles são realmente sempre que aquele conhecido compartilhar mais uma mentira produzida pelo petismo, afinal o combustível da máquina de moer reputações deles nunca acaba.

P.S.1: Aqui um excelente site que explica todo o caso, do início ao fim.

P.S.2: Aqui um vídeo explicando como se fabricam as mentiras destinadas a circular na rede e enganar os idiotas úteis.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s