Tudo pelo partido, tudo no partido, nada fora do partido.

Os petistas estão há mais de uma década no comando do país, mas não perdem a chance de esfregar na cara de todos nós que o partido é e continuará sendo o que de mais importante existe no mundo para eles.

Não faz nem tanto tempo assim que Dilma apareceu em cadeia de rádio e TV para dizer que “a educação é uma prioridade no nosso governo”. Dilma, a gerentona. Aquela que Lula e João Santana apresentaram ao Brasil, em 2010, como sendo um excelente quadro técnico. Agora, Dilma faz do Ministério da Educação uma pasta de segunda categoria, subordinando mais uma vez os destinos da nação aos interesses do PT. Vejam o que foi publicado no Blog do Josias:

Em outubro de 2013, Dilma Rousseff desqualificou antecipadamente as pessoas que planejam disputar com ela a cadeira de presidente da República: “Elas têm que estudar muito.” Em dezembro, tomando café da manhã com jornalistas, a presidente serviu o seguinte brioche: “a educação é prioridade absoluta do meu governo.” Ela lecionou: há dois mundos no Brasil —o mundo da extrema pobreza e o da ciência. “É a educação que une esses dois mundos.”

Munida de autocritérios, Dilma acha que o ministro Aloizio Mercadante, da Educação, é seu melhor auxiliar. É possível concordar ou discordar da doutora, mas é impossível entendê-la. Na bica de anunciar sua reforma ministerial, Dilma decidiu transferir Mercadante para a Casa Civil. Diz-se que o novo titular da Educação será José Henrique Paim, atual número 2 da pasta. Pode ser que Paim se revele um gênio. Pode ser que não. Por ora, tem-se o seguinte: após “estudar muito”, Dilma concluiu que Mercadante é bom demais para cuidar da “prioridade absoluta” do seu governo.

Sem querer, Dilma dá uma lição valiosa às mães brasileiras. Pobres mães. Têm cada vez menos exemplos para dar aos filhos. Agora, graças à presidenta da República, já podem dizer em casa: não mintam, meus filhos. Olha que vocês acabam morando no Alvorada e trabalhando no Planalto.

Lá do inferno, Gramsci aplaude. O Estado colocado de joelhos e sodomizado pelo partido, para que os interesses deste último sejam sempre garantidos – ainda que em prejuízo de toda a coletividade.

O mais hilário (ou seria trágico?) é que Dilma vai aparecer na TV este ano, no horário eleitoral obrigatório, para reafirmar que a educação é a maior prioridade do governo dela. E haverá quem acredite…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s