Dilma relativiza o horror na Venezuela em nome das “conquistas sociais”. É o PT provando de novo que tem assassinos de estimação.

Dilma decidiu falar sobre o caos social que se instalou na Venezuela, fruto do inevitável desastre que o tal socialismo bolivariano produziria:

Para o Brasil, é muito importante que se olhe sempre a Venezuela do ponto de vista dos efetivos ganhos que eles tiveram nesse processo em termos de educação e saúde para o seu povo.

A declaração de Dilma é vergonhosa, nojenta e criminosa! A desenvoltura com que Dilma – uma pessoa que diz ter sofrido nas mãos de um Estado totalitário – relativiza a barbárie produzida pelo bolivarianismo em nome das supostas conquistas sociais da revolução é ultrajante.

Dilma me lembra, com a fala acima, aqueles velhinhos italianos que, nos bares, enquanto bebericam um café, gostam de elogiar o governo Mussolini porque “ninguém nunca construiu tantas escolas quanto ele!” Ela me lembra também os néscios que gostam de elogiar os anos da ditadura brasileira, repetindo aos quatro ventos que “o país nunca cresceu tanto como nos governo militares!”

E que se note: ainda que existissem conquistas sociais louváveis na Venezuela (aguardo UMA fonte não ligada ao governo de lá que confirme isso), isso em nada mudaria o fato de que há atrocidades sendo praticadas pelo Estado totalitário comendado por Nicolas Maduro. Indicadores sócio-econômicos não funcionam como tribunal: não podem absolver um governo assassino.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s