Arquivo da tag: Nostalgia…

Top 10: Filmes que marcaram a nossa infância.

1 – Os Goonies

Devo ter visto esse filme umas TREZENTAS vezes (numa estimativa conservadora...)!

Esse foi indiscutivelmente o melhor filme que nós, seres superiores nascidos nas décadas de 70 e 80, vimos em nossas tardes ociosas. Caraio, eu vi tantas vezes esse filme, que fico com a sensação de que a Globo reprisava ele toda semana!

E o lance de juntar com aquela turma mais próxima pra brincar de ser os Goonies, inclusive fakeando mapas para procurar supostos tesouros escondidos em quintais vizinhos? Bons tempos que não voltam mais…

_____ _____ _____

2 – Conta comigo

Se você não viu esse filme NO MÍNIMO dez vezes, dê reset na sua vida.

Quem não lembra da história dos quatro amigos que se embrenharam na mata atrás de aventura, e acabaram dando de cara com o corpo de outro moleque, que tinha sido atropelado por um trem? Puta filme tenso!

_____ _____ _____

3 – Lagoa azul

No meu tempo, isso era o máximo de nudez que encontrávamos na TV.

Eis aí um CLÁSSICO, hehehehe. Acho sinceramente impossível que alguém nascido nos anos 70 e 80 não tenha visto Lagoa Azul no mínimo umas VINTE vezes…

Um fato curioso que pouca gente sabe: A protagonista do filme, essa moça semi-vestida aí de cima, que atende pela graça de Brooke Shields, tinha meros quinze aninhos quando o filme foi lançado. Ou seja, se você é um dos moleques que babou por ela na frente da TV (diferente de mim, que via o filme apenas por curiosidade cinematográfica), saiba que não passa de um maldito PEDÓFILO!

_____ _____ _____

4 – Curtindo a vida adoidado

Um exemplo de comportamento pra minha geração.

Fala sério, quem nunca se imaginou imitando os moleques do filme e chutando o balde? Fugir da escola, roubar o carrão do pai e “aprontar altas confusões, em clima de azaração”… Véi, eu MORRIA DE INVEJA do Broderich, principalmente porque ele não se fodia no final, apesar de todas as presepadas homéricas que aprontava.

Merece menção honrosa a cena em que eles suspendem o carro e engatam a ré, pra tentar fazer o odômetro recuar e enganar o pai. HUAHUAHUAHUAHUAHUAHUA! Entendedores gonna entender…

P.S.: Agradeço ao @joaomc a lembrança alcançada.

_____ _____ _____

5 – E.T.

Olha lá a Caloi Poti voando...

Eu confesso que num primeiro momento não tinha lembrado, mas aí a @jaquelinegomes (e mais alguns amigos daquela rede social de mensagens lacônicas – o Twitter) citou essa obra prima, que não poderia ficar de fora deste que é o melhor Top 10 de filmes “de infância” já feito. Clássico é clássico, e o Mr. Spielberg tava bem inspirado, né?

A cena do E.T. ficando bêbado é de um lulz fortíssimo!

_____ _____ _____

6 – De volta para o futuro (a trilogia)

Filme simplesmente ÉPICO!

Nenhum ser humano mentalmente estável pode negar que De volta para o futuro é uma das coisas mais grandiosas já feitas pela indústria do entretenimento televisivo. Exatamente por isso o filme foi aclamado no tuinter, quando toquei no assunto com a galerinha de lá… Posto isto, confesso que não queria, inicialmente, a incluí-lo neste Top 10 por uma questão bem simples: qual dos três filmes mereceria mais? Aí minha amiga @Ariel_Oliveira sugeriu colocar a trilogia toda num item só, numa espécie de menção honrosa a essa formidabilidade. Taí, fica o merecido registro. Afinal, todos investimos muitas horas de nossas infâncias na frente da TV vendo e revendo cada um dos filmes, né?

P.S.1: A cena em que o Marthy vai desaparecendo, no primeiro filme, porque os pais dele relutavam em se beijar, é FOR-MI-DÁ-VEL!

P.S.2: Tô ligado que tá chegando 2015 e ainda nem sinal da minha hoover board! Se virem aí, só sei que vou querer uma!

_____ _____ _____

7 – Karatê kid (o primeiro)

Eu tinha uma faixa igual essa aí do Daniel Larusso!

Meu amigo, se você nunca imitou o Daniel Larusso e tentou praticar os movimentos que o Mestre Miyagi ensinava, saiba que viveu uma infância sombria. Procure ajuda profissional, ou se mate!

Escolhi incluir neste Top 10 o primeiro filme da trilogia, por três motivos básicos: 1) o considero muito superior aos demais; 2) o segundo e o terceiro não foram tão marcantes; e 3) o blog é meu, cacete!

P.S.: Agradeço ao amigo @pneto pela lembrança.

_____ _____ _____

8 – Rei Leão

BAITA filme!

Rei Leão não é apenas um desses filmes que marcaram a minha infãncia (e a dos demais seres superiores nascidos nos anos 70 e 80). Trata-se do melhor filme infantil de todos os tempos! Amigo, se você não chorou na cena da morte de Mufasa, é muito provável que você seja um sociopata prestes a matar alguém. Forte abraço!

Não, Simba... Ele não vai levantar... : (

_____ _____ _____

9 – Quero ser grande

Ainda terei um piano desses em casa!

Serei eternamente grato ao @joaomc por ter lembrado desse filmes putaquepariusticamente foda! Chuto por baixo que o vi umas dezessete vezes (fora outras quatro em que comecei a assistir, mas não terminei…)!

Se alguém me perguntar qual seria o trabalho dos meus sonhos, eu responderia na lata: aquele do Josh, em Quero ser grande. Cara, o maluco era pago pra passar o dia brincando! Putz, lembrei que ele mandou instalar fliperamas e uma cama elástica em casa! Precisa falar mais alguma coisa?!

O grande Tom Hanks, protagonista do filme.

_____ _____ _____

10 – Caça fantasmas

Filmaço is filmaço!

Eis mais um filme lembrado pelo amigo @pneto, que não poderia jamais ficar de fora deste que é o melhor e mais perfeito Top 10 já feito sobre filmes “de infância”.

Tenho uma teoria sociológica (oloco!) baseada nesse filme: as pessoas da minha gloriosa geração só conseguiram se tornar adultos felizes, realizados e sadios se, pelo menos uma vez na vida, usaram o aspirador de pó para brincar de caça fantasma. Lembro que uma vez cheguei a colocar o treco dentro de uma mochila, para “otimizar” a ação, mas esqueci que o fio estava preso na tomada da parede e, bem… O resultado foi espalhar todo o pó que ali estava aprisionado pela sala…

_____ _____ _____

P.S.1: Simplesmente impossível não sentir vontade imediata de rever TODOS esses filmes!

P.S.2: A lista não está necessariamente em ordem de preferência. Eu ia lembrando (e sendo lembrado) dos filmes e colocando aí, ao acaso mesmo. A única exceção é Os Goonies, que considero o melhor de todos!

P.S.3: Sim, eu sei que vai ter gente discordando da lista e lembrando de outros tantos filmes que não estão nela. Mas também vai ter os inteligentes, que reconhecerão se tratar de um Top 10 irretovável…  😉

Special One

Por isso o cara é ídolo!

Por isso a torcida canta, até hoje, que ele é uno di noi, antes dos jogos da Internazionale.

Por isso ele é um dos melhores de todos os tempos no que faz.

Por isso faz história por onde passa.

Por isso é The Special One.

Grazie, José.

 

CÓLERA DO DRAGÃO!

Pessoas comuns ficam intrigadas diante de uma notícia assim:

Pessoas com intelectos superiores, que desfrutaram de uma infância sadia, ao longo da qual adquiriram pleno conhecimento acerca dos mistérios do universo, sabem que há uma explicação:

_____

P.S.1: Bateu uma nostalgia absurda agora! Vontade de rever a série completa.

P.S.2: Para quem não sabe, Cavaleiros do Zodíaco foi o último enlatado televisivo japonês de qualidade, antes da completa narutização dos programas infantis.

Meu aniversário tá chegando e escolhi meus presentes.

Tenho certeza que todos os meus leitores, cultos, inteligentes e bonitos que são, viram (várias vezes!) e adoraram o filme American Flyers, estrelado por Kevin Costner.

Mas como vez por outra aparecem aqui também pessoas de vida triste, que não conhecem essa grandiosa obra do cinema, faço um resuminho bem rápido e sem spoilers: na história, Costner, um ciclista já mais velho, convence seu irmão mais novo a participar junto com ele da mais famosa prova do ciclismo americano, a “Hell of the west”. A trama se desenrola e, por um motivo inesperado e surpreendente (que não revelarei aqui, para não estragar a surpresa dos que não viram o filme), Costner deixa o posto de líder da equipa para o irmão caçula, que passa a ter a missão de derrotar os rivais mais experientes.

“Mas por que diabos você desenterrou esse filme de 1985, cara?” Porque achei nessa coisa maravilhosa chamada internet fotos das bicicletas usadas pelos atores, na trama. Vejam uma:

Uma bicicleta-de-raiz, uma bicicleta-moleque, uma bicicleta-arte!

Abre parêntese: se ao ver a foto acima você pensou: “Nossa, que coisa linda! Que obra de arte!”, significa que você é uma pessoa de inteligência equiparável à de ganhadores do Nobel.

Mas se sua reação foi: “Credo, que bicicleta velha!”, esteja certo de que seus únicos dois neurônios entrarão em colapso nos próximos três anos, e você acabará seus dias na sarjeta, sendo sodomizado por bêbados aidéticos. Fecha parêntese.

Pois bem, além de descobrir essa raridade, também fiquei sabendo que a Specialized, uma das marcas mais famosas do ciclismo mundial, fez uma edição especial homenageando a belezinha! Olhem só:

Uma bicleta-de-resultado - mas igualmente LINDA!

Eu quero as duas! Quero, não. Eu PRECISO delas!

_____

P.S.1: Meu aniversário será na próxima terça, 19 de julho. Se virem aí e façam uma coleta para me presentear. Acho que mereço.

P.S.2: Mais fotos dessas belezinhas, aqui.

Bons e velhos tempos (#4)

Fausto Coppi escala o Alpe d'Huez no Tour de 1952.

Sem capacete, sem roda de reserva (notem o pneu pendurada no ombro!) e sem pedal com clip. Isso, sim, era esporte pra homens valentes!

Bons e velhos tempos (#3)

Antigos companheiros panfletando juntos.

Um é socialdemocrata, o outro socialista. Convenhamos, nada mais lógico que fossem bróders, né?